26-04-2018

Coledocoscopia Laparoscópica

Foi publicado no Journal of Surgical Case Reports um estudo conduzido por uma equipa do Hospital S. Teotónio,  em Viseu, liderada pelo Dr. Carlos Daniel do Departamento de Cirurgia Geral. Este estudo usou o aScope 3 da Ambu no tratamento da litíase biliar por Coledocoscopia Laparoscópica. 

Nota: não é permitida a transcrição deste artigo, a sua leitura deve ser feita directamente no site do JSCR.

Resumo:
O tratamento da litíase biliar evita as suas complicações mais sérias: icterícia obstrutiva,  pancreatite aguda,  colangite ou abcessos hepáticos. Com o progresso da cirurgia minimamente invasiva, além da colecistectomia isolada, também o tratamento totalmente laparoscópico da litíase da via biliar principal se tornou possível. Nesta abordagem, o uso da coledocoscopia é imprescindível para o sucesso diagnóstico e terapêutico. Este trabalho relata o uso de um endoscópio descartável, para a realização de coledocoscopia no tratamento laparoscópico da litíase das vias biliares.
O tratamento da litíase biliar evita as suas complicações mais sérias: icterícia obstrutiva,  pancreatite aguda,  colangite ou abcessos hepáticos. Com o progresso da cirurgia minimamente invasiva, além da colecistectomia isolada, também o tratamento totalmente laparoscópico da litíase da via biliar principal se tornou possível. Nesta abordagem, o uso da coledocoscopia é imprescindível para o sucesso diagnóstico e terapêutico. Este trabalho relata o uso de um endoscópio descartável, para a realização de coledocoscopia no tratamento laparoscópico da litíase das vias biliares.

Pode ler o artigo na íntegra neste link.

Nota: não é permitida a transcrição deste artigo, a sua leitura deve ser feita directamente no site do JSCR.

NOTÍCIAS & EVENTOS

Uma empresa: